Federação Nacional das Associações dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais

Federação Nacional das Associações dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais

DOCUMENTÁRIO SOBRE O 9º CONOJAF ABORDA TEMAS E REÚNE DEPOIMENTOS SOBRE OS PRINCIPAIS INTERESSES DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA PDF Imprimir E-mail
Escrito por jornalista Caroline P. Colombo   
Sex, 09 de Dezembro de 2016 13:21

A Assojaf-PR produziu um documentário sobre o 9º Congresso Nacional dos Oficiais de Justiça Avaliadores Federais (Conojaf). Realizado entre os dias 7 e 9 de setembro, em Goiânia/GO, o material aborda temas e reúne depoimentos sobre os principais interesses dos Oficiais de Justiça em todo o país.

“Aproveitamos a ocasião e gravamos vários depoimentos dos participantes. Com tanta informação colhida e um material rico em imagens, tivemos a ideia de produzir um documentário sobre o congresso”, afirma a Associação.

O documentário foi realizado do modo “uma ideia na cabeça e uma câmera na mão”. Nele é apresentado entrevistas com os palestrantes, as falas dos responsáveis pelo evento, a assembleia da Fenassojaf e, o principal, o relato dos Oficiais de Justiça de todo o país.

Indenização de Transporte, Assédio Moral, Aposentadoria Especial, Segurança e as questões do dia a dia do oficialato foram amplamente apresentados e discutidos dentro e fora do auditório.

A diretoria da Fenassojaf parabeniza a Assojaf-PR pela produção do documentário que certamente fará parte do acervo histórico da Federação.

CLIQUE AQUI
para assistir o documentário sobre o 9º Conojaf

 
PORTE DE ARMA: PLC 030 É ENCAMINHADO AO PLENÁRIO PARA TRAMITAÇÃO CONJUNTA PDF Imprimir E-mail
Escrito por jornalista Caroline P. Colombo   
Sex, 09 de Dezembro de 2016 11:53

O PLC 030/2007, que concede o porte de arma para os Oficiais de Justiça, foi encaminhado, nesta quinta-feira (08), ao Plenário do Senado Federal para tramitação conjunta com os PLC 152/2015 e PLS 256/2016, por tratarem de temas do mesmo setor.

O projeto que concede o porte aos Oficiais de Justiça estava pronto para ser votado na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e foi enviado ao plenário a pedido da Presidência do Senado, em atendimento ao requerimento do senador Ataídes de Oliveira (PSDB/TO).

O PLC 152/2015, já aprovado na Câmara dos Deputados, altera o Estatuto do Desarmamento (Lei nº 10.826/2003) para conceder porte de arma aos integrantes dos quadros de pessoal de fiscalização dos departamentos de trânsito e está pronto para deliberação do plenário do Senado desde fevereiro deste ano. Já o PLS 256/2016 é de autoria do Senador Hélio José (PMDB/DF) e pretende aprovar a concessão do porte de arma aos agentes de segurança socioeducativos. O projeto foi proposto em junho e ainda não foi analisado em nenhuma comissão. Atualmente aguarda a designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal.

Para a Fenassojaf, o envio do PLC 030/2007 para tramitação conjunta poderá dificultar ainda mais a análise da proposta, uma vez que os demais projetos encontram-se em fases distintas de tramitação.

com informações do Portal InfoJus Brasil

 
CÁRMEN LÚCIA DIZ QUE “DAR AS COSTAS A UM OFICIAL DE JUSTIÇA É DAR AS COSTAS AO JUDICIÁRIO” PDF Imprimir E-mail
Escrito por jornalista Caroline P. Colombo   
Sex, 09 de Dezembro de 2016 10:59

Durante seu voto sobre o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse que "dar as costas a um Oficial de Justiça é uma forma de dar às costas ao Poder Judiciário".

Segundo a magistrada, uma ordem judicial pode ser discutida, mas "tem que ser cumprida" para que não prevaleça "o voluntarismo de quem quer que seja". A presidente do Supremo disse ainda que todos estão "subordinados rigorosamente ao que está na Constituição". Na última segunda-feira (05), Renan se recusou a assinar a notificação de seu afastamento do cargo, levada à residência oficial do presidente do Senado por um Oficial de Justiça.

Renan acabou assinando o documento na manhã seguinte, no Senado.

com informações do Portal Uol