NOTÍCIAS

10/11/2020 17:14:34

OFICIAL DE JUSTIÇA SOFRE TENTATIVA DE ASSALTO DURANTE DILIGÊNCIA EM SÃO BERNARDO DO CAMPO


O Oficial de Justiça do TRT da 2ª Região Bruno José Zioli sofreu uma tentativa de assalto durante diligência em São Bernardo do Campo (SP). A violência aconteceu por volta das 14 horas do dia 21 de outubro, quando o servidor percorria o endereço contido no mandado com o objetivo de localizar o número do imóvel do destinatário.

“É importante relatar que o fato se deu às 14 horas e o local, embora afastado, é absolutamente residencial”, ressalta Zioli.

De acordo com ele, por não identificar a numeração e na tentativa de averiguar se a mesma estava correta ou se era irregular, o Oficial passou a andar mais devagar pela avenida, parando em certa altura para visualizar pelo aplicativo Google Maps o imóvel em questão.

“Cerca de 30 segundos após a parada, fui abordado por dois indivíduos, um de cada lado do veículo que, tentando sem sucesso abrir a porta, arremessaram uma garrafa vazia, quebrando o vidro lateral dianteiro”, conta.

Bruno acelerou o carro e, depois de percorrer 1.000 metros, fez contato com a Polícia Militar para relatar o ocorrido. “Não tive outra reação no momento que não acelerar o carro imediatamente, embora considere um erro, não me passou pela cabeça outra coisa a ser feita. Por sorte os indivíduos, aparentemente, não estavam armados, exceto pela garrafa arremessada, pois poderia ter sido pior”.

Esta foi a primeira vez que o servidor sofreu uma tentativa de violência no exercício da função. De acordo com ele, o que resta é a sensação de insegurança no cumprimento das decisões judiciais. “Infelizmente uma carreira tão importante sofre com as agruras do serviço externo, em franca exposição a toda sorte de riscos”, finaliza.

A Fenassojaf se solidariza com o Oficial Bruno Zioli diante da ocorrência registrada em São Bernardo do Campo. Segundo o diretor da Aojustra Thiago Duarte, a entidade tem trabalhado, em parceria com a Fenassojaf, na tentativa de denunciar a atividade de risco "e cobrar da Administração meios de reduzir os riscos aos Oficiais de Justiça da 2ª Região”.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a PM esteve no local na tentativa de localizar os homens que abordaram o Oficial de Justiça.

Fonte: Aojustra, editado por Caroline P. Colombo