NOTÍCIAS

03/09/2021 14:38:06

NOVA DIRETORIA EXECUTIVA DA FENASSOJAF É ELEITA POR ACLAMAÇÃO


A nova diretoria executiva da Fenassojaf (gestão 2021-2023) foi eleita, na manhã desta sexta-feira (03), durante Assembleia Geral Ordinária eleitoral.

Inscrita em chapa única, o grupo “Conexão e Efetividade” foi aprovado por aclamação entre os mais de 160 delegados que representam as associações regionais vinculadas à Associação Nacional.
Na abertura dos trabalhos, o presidente da Comissão Eleitoral Thiago Duarte Gonçalves ressaltou a primeira eleição da nova diretoria depois da transformação da Fenassojaf em Associação Nacional.

Também integrante da comissão, Paula Drumond Meniconi destacou os ganhos a partir do novo formato de gestão da Fenassojaf e elogiou a condução da atual gestão, na pessoa do presidente Neemias Ramos Freire. “A maneira da condução dele resultou numa segunda grande conquista que é a chapa única, que traz valorização e harmonia em um momento em que estamos tão vulneráveis”.

Após a aprovação do Regimento Eleitoral, foi aberto espaço para a apresentação das candidaturas ao Conselho Fiscal e diretoria.

Durante a fala, o candidato à presidência, João Paulo Zambom, agradeceu a diretoria da Fenassojaf, Comissões Eleitoral e Organizadora do CONOJAF. “A gente sabe que sem o envolvimento de todos, nós não faríamos nada. Do mesmo modo, sem a participação dos Oficiais de Justiça, nosso evento não teria o mesmo brilho”.

Segundo Zambom, o intuito principal do plano de gestão da chapa é buscar a união de todos os Oficiais federais, agregando associações regionais e sindicatos, em um trabalho conjunto com as demais entidades, inclusive os estaduais, nas pautas comuns do oficialato.

O Oficial de Justiça enfatizou que a gestão 2021-2023 dará continuidade ao trabalho desenvolvido pela atual diretoria para a completa implementação do novo estatuto. “Queremos a ajuda de todos os Oficiais e associações”, completou.

A recuperação dos valores da Indenização de Transporte, mais cargos de Oficiais de Justiça nos tribunais e a luta pela manutenção da VPNI e GAE serão bandeiras permanentes da nova administração da Fenassojaf. “Vamos utilizar todos os meios para que nenhum direito conquistado seja retirado dos Oficiais de Justiça”.

A candidata a vice-presidência, Mariana Liria, abordou a segurança, uma bandeira antiga da Associação Nacional. “Queremos incrementar o nosso trabalho junto ao Parlamento, através da assessoria do Queiroz. Acreditamos muito no trabalho conjunto entre federais e estaduais. Para isso, é importante termos uma assessoria técnica para a atuação efetiva nesses espaços”.

A dirigente também destacou o empenho pela manutenção das atribuições dos Oficiais de Justiça e reforçou a valorização das mulheres na futura gestão, que será composta por nove dos 17 cargos.

O futuro Diretor de Aposentados, Isaac Oliveira, falou sobre a proposta de formação e capacitação dos Oficiais de Justiça, com a cobrança junto aos tribunais para a realização de seminários e promoção de qualificação específica para o segmento. Ainda de acordo com ele, a Fenassojaf irá propor a criação de grupos de estudos para a abordagem dos temas mais prementes da categoria.

Por fim, o diretor Malone Cunha chamou a atenção para a grandeza da Fenassojaf enquanto entidade representativa dos Oficiais de Justiça brasileiros. “A Fenassojaf é grande, é real. E como tal, tem a primazia da representação não só para o mundo, mas de toda uma categoria”.

Malone mencionou a luta contra a desjudicialização, “surgida através da leitura equivocada de regimentos internacionais. Essa matéria tem um viés doutrinário muito forte”.


CHAPA ELEITA – Depois do espaço para as apresentações, os delegados presentes na Assembleia virtual elegeram, por aclamação, a nova diretoria da Fenassojaf para o biênio 2021-2023.

Para o presidente eleito João Paulo Zambom, é preciso a união de forças, “e isso só conseguiremos se estivermos imbuídos do mesmo propósito. Muitas vezes temos que abrir mão de opiniões pessoais em favor de um bem comum, em favor do coletivo”, enfatiza.

“Apresentamos nossos agradecimentos à diretoria da Fenassojaf, à Comissão Eleitoral, à Comissão Organizadora e àqueles que, de alguma forma, se envolveram nesse trabalho, àquelas pessoas que não aparecem, não são ouvidas, mas sem as quais os eventos não aconteceriam. Agradecemos também aos palestrantes e, especialmente a você, Oficial de Justiça, que participou ativamente desse processo”.

De acordo com o presidente, a união demonstrará a força dos Oficiais de Justiça. “Só conseguiremos resultado positivo com todos remando juntos para o mesmo lado. E isso não nos enfraquece, ao contrário, nos fortalece”, destaca.

“Convidamos todos os Oficiais de Justiça Avaliadores Federais a se engajarem na luta coletiva. VAMOS TRABALHAR JUNTOS”, finalizou.

A votação do Conselho Fiscal segue até às 16 horas pela plataforma virtual do CONOJAF. Os candidatos são Anderson Sabará (SP), Bruno Dantas (PA), Jaciara Reis Tancredi (MG), José Ailton Mesquita (MS) e José Pereira Neto (GO).

Da Fenassojaf, Caroline P. Colombo