NOTÍCIAS

16/03/2020 14:24:31

FENASSOJAF VISITA CENTRAL DE MANDADOS DA JF EM CURITIBA


O diretor jurídico da Fenassojaf Eduardo Virtuoso, o coordenador da região Sul Adriano Werlang e a vice coordenadora Marília Machado estiveram, na última sexta-feira (13), na Central de Mandados da Justiça Federal do Paraná, em Curitiba.

Na oportunidade, os representantes conversaram com os Oficiais de Justiça sobre os temas de interesse da classe e se reuniram com o diretor da Central Mario Procopiuck que apresentou a sistemática de trabalho com base em equipes especializadas, experiência desenvolvida coletivamente pelos Oficiais de Curitiba desde os anos 2000.

Esse processo busca conciliar competências, habilidades e aptidões individuais de cada um dos Oficiais de Justiça para formar as equipes de Atos de Força, Execuções Fiscais, Constatações, Intimações, Plantão Ordinário, e Plantão de Permanência. Segundo Procopiuck, a maior vantagem desse sistema tem sido a oportunidade, por um lado, de cada Oficial exercer atividades mais consonantes com suas habilidades e aspirações pessoais e, por outro, a Administração contar com equipes fortalecidas e motivadas a continuar aprendendo e aperfeiçoando o modus operandi de cada uma daquelas unidades especializadas de trabalho.

Concomitantemente com a organização por especialidade, funciona também um sistema de distribuição com frequências que variam de diária a mensal e que pondera por pesos os cerca de 3000 mandados distribuídos mensalmente em função da natureza, da complexidade e da localização geográfica do destinatário. Além disso, tal prática permite que se trabalhe com um sistema híbrido de distribuição de trabalho que considera delimitações geográficas de grandes regiões com posições que, dinamicamente, em cada distribuição evita desequilíbrios, como os de sobrecarga em algumas regiões e baixas cargas em outras. Esse sistema tem como base de distribuição microrregiões delimitadas por Códigos de Endereçamento Postal (CEP), que são organizadas estrategicamente em roteiros na cidade, que permitem que oficiais de justiça, dentro da especialização da sua equipe, atuem considerando preferências pessoais perfil de destinatários, proximidade da própria residência, dentre outros fatores.

Outro aspecto constatado foi o trabalho conjunto desempenhado entre Oficiais de Justiça e Agentes de Segurança.  Em Curitiba, essa atuação conjunta tem auxiliado na manutenção da eficácia no exercício das atividades de cumprimento de mandados que envolvam situação de risco, deslocamentos a lugares ermos e de difícil acesso. A mitigação de riscos ocorre pela própria atuação e eficiência dos Agentes de Segurança que passaram a ser profundos conhecedores das regiões em que acompanham os Oficiais nas diligências.

Na visita da última sexta-feira, foi reafirmada a importância da troca de experiências entre as associações de Oficiais de Justiça e Administração no âmbito da direção da Central de Mandados. Enfatizou-se a capacidade técnica e intelectual dos Oficiais, bem como o fato de serem os mais profundos conhecedores dos meios para se fazer cumprir decisões judiciais, para contribuir para a concepção de soluções criativas para os problemas internos do judiciário quando se trata de dar cumprimento às ordens judiciais, que reforcem a crescente legitimidade perante os destinatários dos mandados, e que mantenham a eficiência e eficácia no cumprimento das decisões judiciais.

A Fenassojaf agradece a atenção do diretor da Central de Mandados Mario Procopiuck e se coloca à disposição para os temas de interesse dos Oficiais de Justiça. “Foi uma visita muito positiva em que tivemos a oportunidade da troca de experiências”, avalia o diretor Eduardo Virtuoso.

Da Fenassojaf, Caroline P. Colombo com o diretor da Ceman, Mario Procopiuck