NOTÍCIAS

13/12/2019 06:23:09

PRESIDENTE DA ASSOJAF/RN DESTACA NOVA FASE DA ENTIDADE COM CONVÊNIOS PARA OS ASSOCIADOS


A Assojaf/RN firmou diversos convênios para descontos exclusivos aos Oficiais de Justiça associados. De acordo com a Associação, são empresas da Grande Natal que oferecem produtos e serviços com condições especiais para os filiados.

As parcerias, que serão ampliadas por todo o estado do Rio Grande do Norte, envolvem estabelecimentos como padaria, posto de combustível, loja de doces, laboratório, pneus, restaurantes e farmácia. Outros serviços como lavanderia, recarga de cartuchos e um clube de tiro fazem parte da lista de convênios firmados pela entidade.

Durante a confraternização de final de ano da Assojaf, o presidente Luiz da Silva Filho anunciou os benefícios das parcerias para os associados (foto). Segundo Luiz Filho, esta fase que se inicia é muito importante para a Associação, que vislumbra a união e a força associativa com o intuito de propiciar uma vida melhor para os associados.

“Em que pese os convênios fechados, é essencial lembrar que o mais importante é associar-se para estarmos unidos e coesos com os desafios que apontam à nossa frente, como o atual momento em que os cargos vagos de Oficial de Justiça vem sendo transformados em cargos de Analista Judiciário (sem especialização) e a questão da VPNI X GAE”, enfatiza.

Luiz destaca a atuação das entidades representativas que, de acordo com o presidente da Assojaf/RN, “pode não ser visível como os convênios. Exemplo disso são as maratonas de Oficiais de Justiça Avaliadores Federais até Brasília, presentes nos Conselhos e Tribunais Superiores e também no Congresso Nacional, à procura dos conselheiros, ministros e parlamentares para um intenso trabalho de convencimento dos pleitos do oficialato”.

“Assim, é com muito orgulho e alegria que anunciamos essa nova fase de conquistas que a Assojaf/RN empreende, lembrando, sempre, da incomensurável importância associativa, o que nos manterá juntos, coesos e cada vez mais sólidos”, finaliza.

Da Fenassojaf, Caroline P. Colombo com informações da Assojaf/RN